Os teus cursos

A Licenciatura em Gestão Hoteleira destina-se a jovens em formação inicial e aos profissionais do sector que desejem desenvolver as suas capacidades e competências técnicas e operacionais na área da gestão.

Tem a duração de 6 semestres curriculares em 3 anos lectivos. O curso está organizado de acordo com o Sistema Europeu de Transferência de Crédito (ECTS), permitindo uma acumulação total de 180 ECTS e a prossecução de estudos para um 2º Ciclo – Mestrado.

Contempla palestras e conferências realizadas por convidados de reconhecido mérito e prestígio no contexto empresarial, técnico e científico, jornadas técnicas desenvolvidas sobre diversas temáticas que complementam a formação de base e possibilitam aos nossos alunos, sem custos acrescidos, complementar a sua formação e também visitas de estudo a diversas unidades hoteleiras ou de restauração, desenvolvidas no âmbito das unidades curriculares técnicas e operacionais ou em seminários.

+info

O Ciclo de Estudos visa qualificar e especializar futuros (ou aperfeiçoar actuais) quadros e técnicos das empresas e entidades do sector da aviação, nomeadamente manutenção aeronáutica, transporte aéreo e operações de voo, no quadro do desempenho de funções técnicas, de auditoria, controlo de aeronavegabilidade, de direcção técnica e/ou gestão.

A formação ministrada é avançada (com forte componente nas Ciências da Engenharia) e transversal (relacionada com as actividades de manutenção aeronáutica, piloto de linha aérea e operações de voo) e visa dotar os alunos com sólidos conhecimentos da aeronave, seus sistemas e componentes, assim como requisitos legais necessários à actividade da aviação comercial. Nessa medida, o curso vem dotar os alunos de conhecimentos indispensáveis a uma efectiva e competente integração no sector da aviação e em particular manutenção aeronáutica, operações de voo e transporte aéreo em geral.

SAÍDAS PROFISSIONAIS

Esta licenciatura tem uma forte componente em ciências aeronáuticas, nomeadamente no que se refere à engenharia de manutenção, à pilotagem e às operações de voo, o que fornece aos futuros diplomados um vasto leque de opções na área da aviação. No final do curso os alunos estarão devidamente capacitados para desenvolver as competências adquiridas nas seguintes áreas:

Transporte aéreo;
Manutenção aeronáutica;
Gestão da aeronavegabilidade;
Infraestruturas aeroportuárias;
Autoridades aeronáuticas;
Formação;
Auditoria;
Investigação.

Sendo o setor da aviação altamente regulado, algumas atividades específicas só serão possíveis após a obtenção do respectivo licenciamento e/ou certificações, definidas pelas autoridades aeronáuticas, como são os casos de Piloto de linha aérea, Técnico de manutenção de aeronaves certificado, Instrutor de voo, Responsável de operações e outras. A licenciatura em ciências aeronáuticas é um meio auxiliar de preparação e aquisição de conhecimentos para a obtenção dessas certificações, cuja concessão é exclusiva das entidades aeronáuticas.

+info

A Licenciatura em Educação Básica proporciona uma formação abrangente que constitui uma etapa de aprendizagem promotora da aquisição de competências pedagógicas, culturais e científicas para intervir em diversos contextos educativos (ATL, Ludotecas, Museus, Autarquias, Bibliotecas, Serviços de Pediatria, entre outros) e habilitar o licenciado para a candidatura aos 2º ciclos de estudos de qualificação para a docência (Mestrado).

SAÍDAS PROFISSIONAIS

Pretende-se que o licenciado em Educação Básica adquira/desenvolva:

Um conhecimento amplo na área de educação.
Capacidade de estudo especializado autónomo e em parceria.
Competências para intervenção em contextos reais de trabalho ou em projectos empreendedores ligados às áreas da docência e das ciências da educação.

+info

A Licenciatura em Design e Produção Gráfica do ISEC Lisboa proporciona um contacto directo com todo o ciclo de desenvolvimento de produtos gráficos: desde a concepção e desenvolvimento criativo, passando pela pre-media e culminando com a impressão/publicação digital.

É uma formação única no panorama nacional, que complementa uma componente criativa e teórica com uma experimentação profunda em produção gráfica e plataformas de edição on-line. Esta especificidade da formação tem assegurado uma taxa de empregabilidade de diplomados muito acima da média. Todas as unidades curriculares são teórico-práticas e dotadas de uma forte componente tecnológica.

SAÍDAS PROFISSIONAIS

Esta licenciatura pretende Formar designers gráficos dotados de conhecimentos sólidos sobre as ferramentas informáticas mais actuais e com um profundas competências nas áreas da pré-media e conhecimentos sobre os diversos sistemas de impressão e/ou publicação em plataformas digitais.

+info

A licenciatura em Engenharia da Construção e Reabilitação do ISEC configura uma oferta formativa sólida, direccionada para as técnicas, processos e metodologias de reabilitação conferindo aos seus detentores os conhecimentos necessários adstritos ao exigente exercício de ‘reabilitar’. É sobretudo uma resposta de elevada capacitação científica e técnica às atuais necessidades do mercado da construção mas sobretudo ao mercado da reabilitação.

Contrariando a uniformidade como princípio que assiste o ensino da Engenharia, propõe-se uma licenciatura que, salvaguardando a solidez das bases científicas e técnicas da Engenharia Civil, permite aos seus detentores actuar de uma forma sustentada e esclarecida  quando solicitados  a intervir em acções que vão para além da construção nova.

O licenciado em Engenharia da Construção e Reabilitação deverá ser capaz de:

  • Analisar, conceber, propor e executar soluções de engenharia aplicadas às construções;
  • Elaborar estudos de diagnóstico às patologias identificadas, propor metodologias de inspecção, definir estratégias de monitorização e propor técnicas de reabilitação;
  • Definir estratégias de intervenção adequadas às construções, recentes ou antigas, a reabilitar;
  • Elaborar cadernos de encargos exigenciais;
  • Definir Especificações técnicas dos trabalhos a executar;
  • Elaborar projectos de intervenção

Assumir, em contextos organizacionais diversificados, responsabilidades ao nível da Direcção e Coordenação de obras, quer se trate de obra nova ou obra de reabilitação;

+info

Esta Licenciatura pretende dotar e qualificar, os seus formandos com um conjunto de conhecimentos multidisciplinares que os habilitem a intervir de forma adequada na sociedade e junto dos cidadãos, nas diferentes áreas de intervenção do sistema de proteção civil, obtendo competências nas dimensões, processos e tecnologias que os agentes de proteção civil utilizam e suprir a falta de formação transversal à atividade relacionada com a proteção civil e socorro.

Estes objetivos concretizam-se através de estratégias de formação dirigidas para a prevenção e a mitigação dos riscos, o socorro e a emergência, assistência a pessoas e outros seres vivos em perigo, protegendo os bens e valores culturais, ambientais, os de elevado interesse público e apoiando a reposição da normalidade da vida e da sociedade.

SAÍDAS PROFISSIONAIS

A licenciatura habilitará os seus formandos a terem acesso à prática de atos de Engenharia de Proteção Civil (Decreto-Lei n.º 349/99, de 2 de setembro, com as alterações introduzidas posteriormente, vistos os pareces favoráveis da Assembleia de Representantes e do Conselho da Profissão que regulamenta a execução da prática dos atos de engenharia pelos membros da OET — Ordem dos Engenheiros Técnicos), e ainda a uma grande diversidade de saídas profissionais, podendo estes exercer a sua atividade em:

Gabinetes de proteção civil, a nível municipal, distrital e nacional; Institutos e instâncias públicas e privadas com competência ou intervenção nesta área; Empresas de segurança; Projeto e desenvolvimento, produção e comercialização de equipamentos de segurança; Agências internacionais; Organismos públicos de investigação; Departamentos de segurança e/ou de proteção civil de empresas privadas; Centros de prevenção e segurança em polos industriais; Técnicos de empresas de consultoria e prestação de serviços; Técnicos e decisores da administração pública; Serviços de consultoria, assessoria e formação; Corpos de bombeiros; Serviços da administração do Estado.

+info

Assegurar o desenvolvimento de conhecimentos, competências, capacidades práticas, atitudes e formas de comportamento necessários à formação de Engenheiros Técnicos de Segurança e Técnicos Superiores de Segurança no Trabalho.

É uma formação em Engenharia da Segurança, que aborda, as Ciências de Engenharia e no essencial, a vertente do risco profissional, da sua identificação, do seu conhecimento e do seu controlo, isto é, uma formação que permite a eficiente e eficaz aplicação de um Processo de Gestão do Risco Profissional às situações concretas que o aluno virá a encontrar na sua vivência futura no mundo do trabalho.

Estes objetivos concretizam-se através de estratégias de formação dirigidas para a prevenção e a mitigação dos riscos, o socorro e a emergência, assistência a pessoas e outros seres vivos em perigo, protegendo os bens e valores culturais, ambientais, os de elevado interesse público e apoiando a reposição da normalidade da vida e da sociedade.

SAÍDAS PROFISSIONAIS

  • Acesso à prática de atos de Engenharia de Segurança (Diário da República, 2.ª série, N.º 225, 20 de novembro de 2013);
  • Técnicos Superiores de Segurança no Trabalho em entidades produtivas ou prestadoras de serviços (Diário da República, 1.ª série, N.º 166, 28 de agosto de 2012);
  • Gestor e coordenador de segurança do trabalho em obras, empresas e industrias;
  • Formador e consultor de segurança;
  • Auditor de serviços de segurança do trabalho;
  • Investigação em segurança e saúde no trabalho e em áreas afins.

+info

Os futuros licenciados terão uma sólida formação que os tornará habilitados a apoiar e implementar o desenho de soluções na área da energia e ambiente, em gabinetes de projeto e consultoria, nas áreas de planeamento e operação de sistemas de energia renovável e gestão de unidades de tratamento de efluentes e resíduos. Poderão também participar em equipas multidisciplinares para realizar estudos de impacto ambiental e de uso racional de recursos energéticos e ambientais.

A par dos objectivos ditos mais clássicos, o ciclo de estudos inclui ainda aspectos totalmente inovadores que permitirão aos futuros licenciados oferecer uma contribuição relevante em áreas complementares mas determinantes para a competitividade das empresas, como sejam a segurança e saúde do trabalho, a concepção de produto e empreendedorismo.

SAÍDAS PROFISSIONAIS

  • Empresas de projeto e planeamento de sistemas de energia renovável;
  • Empresas de gestão e tratamento de efluentes e resíduos;
  • Empresas de manutenção e assistência técnica a equipamentos de Energias Renováveis;
  • Empresas de certificação energética;
  • Gabinetes de estudos de impacto ambiental;
  • Gabinetes de projeto e consultoria nas áreas de energia e ambiente;
  • Grupos de investigação e desenvolvimento de sistemas renováveis de produção de energia.

+info

Este curso oferece uma formação sólida e avançada no âmbito da gestão, especificamente no contexto da aviação comercial. Em particular, visa proporcionar um conjunto de conhecimentos e ferramentas adequados a um exercício de qualidade da função administrativa e comercial, bem como às funções de direção e gestão de unidades orgânicas de instituições ligadas a esta atividade económica. O curso de licenciatura destina-se a jovens em formação inicial e aos profissionais do sector que desejem desenvolver as suas capacidades na área da gestão.

SAÍDAS PROFISSIONAIS

Esta licenciatura tem uma forte componente em gestão de empresas o que permite ao diplomado abranger as suas escolhas ao negócio não aeronáutico.
Sendo uma licenciatura dirigida ao sector aeronáutico, estarão devidamente capacitados para desenvolver as competências adquiridas nas seguintes áreas:

  • Aeroportos
  • Companhias de Aviação
  • Agentes de Handling
  • Serviços de abastecimento às companhias aéreas
  • Autoridades
  • Institutos
  • Formação
  • Escolas de Voo

A maioria dos diplomados do ISEC são atualmente profissionais que desenvolvem as suas atividades em companhias como a TAP, SATA, Portugalia, Emirates, Qatar Airways, etc

+info

A aposta na criação do curso de licenciatura em Gestão Autárquica e as diferentes especializações propostas justificam-se no quadro de um processo de mudança em que as autarquias se encontram confrontadas não apenas com novas exigências sociais, mas também com problemas de complexidade crescente, aos quais têm dificuldade em responder de modo adequado.

Essa dificuldade de resposta reside menos nos problemas e reside mais nas características endógenas da Administração Autárquica, tradicionalmente marcada por características de centralização, de organização sectorial e de processos burocráticos de gestão que a desarmam para responder de forma eficaz às suas novas missões.

SAÍDAS PROFISSIONAIS

Esta formação permite exercer Gestão nas Instituições de poder local, Câmaras Municipais, Juntas de Freguesia, Administração Regional, Associações Municipais e Empresas Municipais, respondendo à crescente autonomia e modernização que se avizinha; Gestão de Recursos Humanos, Gestão Financeira e Administrativa

+info

A Licenciatura em Ótica e Optometria do Instituto Superior de Educação e Ciências de Lisboa tem como principal objectivo formar Optometristas habilitados a trabalhar de forma autónoma ou em equipas multidisciplinares, prestando cuidados extensivos em saúde ocular.

As Funções dos Optometristas incluem a detecção, análise, avaliação e compensação de problemas visuais de natureza refractiva, funcional e binocular assim como a prescrição de lentes compensadoras, ajudas visuais, reabilitação de alterações do sistema visual e o encaminhamento para outros profissionais da área da saúde.

No ISEC Lisboa temos como objectivo formar profissionais competitivos e especializados em Ótica e Optometria. Para isso, apostamos numa componente prática muito forte que está suportada por todas as infra-estruturas técnicas com equipamentos adequados e actualizados assim como pela Clínica Universitária que está aberta à comunidade e onde os alunos têm contacto com pacientes reais.

SAÍDAS PROFISSIONAIS

  • Prática de Optometria em regime de autonomia profissional ou em equipas multidisciplinares na área dos cuidados visuais e áreas afins
  • Empresas de fabrico e comercialização de materiais, componentes e equipamentos ópticos e optométricos
  • Investigação em Óptica e Optometria.

+info